quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Starters

 Autor : Price, Lissa
Editora :Novo Conceito
Páginas: 368
Edição:  2012




Após uma grande guerra intitulada “Spore Wars” todos os adultos com idade de vinte a sessenta anos foram aniquilados. Isso nos deixa com crianças, adolescentes e um grande número de idosos. O mundo de Callie, a independente e esperta protagonista do livro, é dividido entre pessoas velhas muito ricas, e pessoas jovens muito pobres. Callie faz parte do grupo abaixo da pobreza, ela e o irmão caçula lutam para sobreviver em uma sociedade que não oferece assistência ou auxílio à suas crianças. É então que surge uma oportunidade de ganhar uma grande quantia de dinheiro e em troca ela teria apenas que “alugar” o seu corpo. Pessoas velhas que desejam alugar os corpos jovens por um período de tempo. Esses são os clientes da “Prime Destinations” e um deles ficará com o corpo de Callie por algum tempo. A princípio tudo corre bem, o chip implantado na jovem a deixa em estado de inconsciência enquanto seu corpo está sendo utilizado. Entretanto, um dia Callie acorda em uma boate, sem saber como foi parar ali, usando roupas que não pertencem a ela e sendo chamada por um nome que certamente não é o seu. Alguma coisa está errada com esse último aluguel. E esse erro a colocará dentro de uma fatal rede intrigas e poder.


A premissa do livro é interessante e cativante – de uma forma um tanto escabrosa -, contudo, a autora poderia ter desenvolvido melhor os meandros da sociedade que é apresentada em “Starters”. Quando você está criando um universo distópico, é fundamental que cada detalhe/aspecto do enredo seja bem amarrado, com descrições e explicações sobre a política e dinâmica social na qual a estória se desenrola. Price deixa inúmeros buracos durante a narrativa, o que cria um nó gigantesco na mente do leitor. Há um grande uso de tecnologia no conceito por trás do “aluguel” de corpos do qual a trama trata, mas você nunca está realmente ciente de como isso acontece. Pense em um touro se sacudindo e no cowboy tentando se segurar. Basicamente essa é a sensação que tive em alguns momentos na leitura. Se o leitor consegue se segurar até o final e entender o que está acontecendo, ótimo, ele vai adorar o livro. Se não... é mais provável que ele desista antes da página 100.

Em contrapartida à problemática de narrativa da autora, a caracterização da protagonista é indefectível. Callie é uma personagem que sabe como escolher o melhor caminho, é prática sem ser insensível e realmente se torna a alma principal da trama. Eu me esforcei a continuar a leitura porque não abria mão de saber como a protagonista poderosa terminaria. E Alguns FÃS ávidos de romance ficarão felizes em saber que parece estar se formando um triângulo amoroso. Se a autora pretende desenvolvê-lo, ainda é um mistério. O fim da obra também acrescenta bastante tempero e expectativas para a sequência – e o último volume da série -, “ENDERS”, que será publicado em Dezembro nos EUA.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante!
    Vou dar uma olhada nesse livro.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada a vc , e ai gostou do novo visual do blog?

      Excluir

Link me

LIVROS E OUTROS AMORES

Search

Faça Parte!

thays. Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog